Como organizamos nossas antologias?


Olá, família Lettre!


Aproveitando que temos editais antológicos abertos (se você ainda não viu, clique aqui e confira), gostaríamos de contar um pouco melhor como se dá a organização de uma antologia na Editora Lettre.


Muitas vezes, como alguém que olha de fora, esquecemos — ou mesmo não sabemos — que projetos como uma antologia não nascem da noite para o dia e, claro, por aqui não é diferente.


A primeira coisa, sem dúvidas, é o surgimento da ideia. Ela pode partir de um membro da equipe, ou até de um autor de fora. Isso mesmo: se você é escritor e sempre sonhou em organizar uma antologia, podemos conversar sobre isso e ver se é possível torná-la real!


Depois de plantada a sementinha, começamos a pensar em como colocar esta ideia no papel, quais serão os pontos principais do edital e, claro, as datas e os custos. Também é preciso pensar em um título e na sinopse, que serão essenciais para a divulgação da antologia.


Somente quando esses detalhes estão acordados internamente é que vocês, autores, passam a saber da existência de uma nova antologia na área. Esta, portanto, é a fase de divulgação e abertura do edital em questão. E, a partir disso, as etapas são:


  • Inscrições

Geralmente — isto é, não apenas aqui na Lettre — as inscrições acontecem através de algum email, sempre especificado no edital. As regras de como deve ser feito o envio e de formatação do arquivo também são especificadas ali.


É importante lembrar que o edital é o documento básico de uma antologia. É essencial que você leia ele com atenção e siga as indicações ali colocadas. Se tiver alguma dúvida, entre em contato conosco através de nossas redes sociais ou por email.


  • Seleção

Encerradas as inscrições, damos início a um dos momentos que mais causa ansiedade nos autores… E é por isso que buscamos ser rápidas nesta hora, mas sem deixar de fazer aquilo que consideramos de extrema importância: enviar um email a cada autor, selecionado ou não, informando o motivo de nossa escolha. Sim, enviamos um feedback (curto, claro), explicando o que nos chamou atenção na história ou o que faltou para que o texto fosse selecionado.


Isto significa que, se você se inscreveu para uma de nossas antologias e nunca recebeu retorno algum (nem mesmo um email de "recebemos o seu conto e ele será avaliado, ao final das inscrições te daremos um feedback"), muito provavelmente houve alguma falha na comunicação!


  • Burocracias

Depois que enviamos os emails, precisamos aguardar o retorno dos autores selecionados para dar continuidade aos processos editoriais. A principal medida a ser tomada aqui, claro, é a assinatura do contrato, para que ambas as partes sintam-se confortáveis em prosseguir juntas. É também neste momento que enviamos a agenda da antologia, na qual especificamos as datas de cada uma das etapas seguintes.


  • Revisão

A primeira etapa dos processos editoriais é a revisão. Tanto as antologias quanto os livros solos recebem o mesmo tratamento nesta etapa. Isso significa que cada texto passa por duas revisoras diferentes e qualificadas para tal função.


  • Diagramação

Depois que os textos são revisados, a antologia passa para a diagramação, ou seja, é feito todo o trabalho gráfico do livro. Quando chegamos nesta fase, a capa final também já está pronta. A antologia passa a ganhar forma, aproximando-se cada vez mais do produto final.


  • Ajustes finais

Havendo tempo, depois da diagramação, enviamos o arquivo aos autores, para que eles confiram se estão de acordo com a forma como montamos a antologia, se está tudo certo com o nome de cada um e também para que verifiquem se concordam com as correções feitas no texto. Depois de tudo isso, fazemos, enfim, os ajustes finais, que é uma nova leitura do texto — feita por uma terceira revisora — averiguando possíveis erros que tenham ficado ainda, não apenas de gramática/ortografia, mas também de diagramação.