Entrevista com os autores de "Entre esfinges e pirâmides"



Você já viu nosso último lançamento? Ele entrou em pré-venda faz alguns dias!

Sim, estou falando da antologia “Entre esfinges e pirâmides”, que está saindo do forno com muito amor, carinho e empolgação. Não deixe de garantir seu exemplar até o final da pré-venda, hein!

E, para te deixar com ainda mais vontade de conhecer as histórias que compõem essa antologia, fizemos uma entrevista com alguns dos autores da obra. Vamos ver o que eles têm a nos dizer?


Os autores que participaram desta entrevista foram Ana Beatriz, autora de “A cidade perdida no deserto Líbio”, Nalu, que escreveu “O herói solar” e Valdir, autor de “Um amor antigo”. Agradecemos imensamente a participação de cada um!


1. Como foi a experiência de escrever o conto que está nesta antologia?

A Ana Beatriz considerou a experiência boa, pois a temática era ampla. E, justamente por nunca ter escrito nada com essa temática, o Valdir considerou a experiência entusiasmante e também desafiadora e divertida. E para a Nalu a experiência foi uma montanha-russa de sentimentos, com direito a nervosismo, felicidade e ansiedade.


2. Você tem um processo de escrita para os seus textos?

O Valdir e a Ana Beatriz gostam de matutar a ideia antes de escrevê-la. O Valdir até conversa consigo mesmo e, depois de escrever, deixa passar alguns dias antes de voltar e organizar a história. Já a Nalu afirma estar sempre escrevendo, mas sem uma rotina. A única coisa que ela precisa é de música.


3. Você já participou de outras antologias ou essa é a primeira? Se já participou de outras, conta quais foram!

Para nossa alegria, temos a oportunidade de fazer parte da estreia de Nalu e Valdir! Já a Ana Beatriz possui diversas outras publicações, tendo participado de “Passaporte Interestelar”, “Apocalipse – Contos e poemas sobre o fim do mundo”, “Coletânea Lendas Urbanas” e da antologia “Labyrintus”.


4. O que te leva a participar de uma antologia? (Ou o que te levou a participar desta, caso tenha sido a primeira).

O Valdir tem o costume de escrever contos e histórias curtas e se interessou pela temática desta antologia. A Ana Beatriz, experiente com esse tipo de publicação, apresentou diversos motivos, como a vontade de criar algo que seja interessante para ela e para seus leitores, o desejo de passar o tempo, além da oportunidade de colocar algumas ideias para fora, motivo também apontado por Nalu que, contudo, fez um parênteses muito bonito: “e também a minha mãe, que disse que era uma ótima oportunidade”.


5. E livro(s) solo, você tem? Tem planos de ter?

Ainda não temos livros solos para mencionar aqui, mas é uma alegria ver que todo mundo tem planos de seguir por esse caminho! Nalu, Valdir e Ana Beatriz, será um prazer ler os livros que vocês estão escrevendo ou pretendem escrever!


6. Como você conheceu a Editora Lettre?

Bacana ver que cada um nos encontrou de uma forma. A Ana Beatriz chegou por meio do Seleções Literárias. O Valdir, através de uma amiga (obrigada, Susana, do Leitora Perdida!) e a Nalu através do Twitter.


7. O que achou do nosso trabalho?

Também ficamos felizes de seguir dando o nosso melhor para os autores que confiam em nosso trabalho. E isso não sou eu quem está dizendo, mas as respostas de nossos autores, claro! A Nalu considerou o trabalho impecável e a equipe muito profissional e gentil; a Ana Beatriz achou bom e bem organizado; e o Valdir ressaltou que esse é um serviço essencial para autores independentes e também para leitores, que podem descobrir novos horizontes e histórias.


8. Como você está se sentindo com o lançamento de “Entre esfinges e pirâmides”?

Palavra unânime aqui: ansiedade! Nós entendemos vocês. Mas são ansiedades diversas: a do Valdir, para ler as demais histórias e também para que as pessoas leiam seu conto; a da Ana Beatriz é porque ela e seus leitores gostam do tema; e a da Nalu é por ver esse sonho se tornando realidade.


9. Você gostaria de deixar alguma mensagem especial para os futuros leitores desta antologia?

Recado da Ana Beatriz: sobre o meu conto, espero que gostem da abordagem que dei ao assunto.

Recado da Nalu: certamente vocês irão adorar os contos que tem aqui! Espero que consigam sentir a felicidade e a magia etérea que há nessas páginas.

Recado do Valdir: Espero que vocês leiam de coração aberto, para se apaixonar por essas histórias que com certeza irão cativar. E que nos ajudem a fortalecer ainda mais o cenário nacional da literatura. No mais, busquem conhecimento rs.


O que nos resta agora? Correr para garantir um exemplar da antologia "Entre esfinges e pirâmides", claro!


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo